Como é o centro da cidade de Cochabamba, na Bolívia?

O centro da cidade de Cochabamba na Bolívia foi uma surpresa para mim. Hoje eu vou mostrar essa região com as suas lindas praças presenteadas por um trabalho de jardinagem, que eu vi em poucos lugares. Outro lugar para conhecer também é o lago La Angostura.

Faria fácil um quadro com uma paisagem urbana dessas repleta de flores
Arquivo pessoal

Diversos estudantes brasileiros vão para Cochabamba por causa dos valores mais acessíveis dos cursos de Medicina. Ao andar pela cidade, você percebe uma vida universitária pulsante. Nas praças é muito comum ver jovens e famílias simplesmente passeando à noite sem nenhuma preocupação.

Olha o trabalho da podadura. Merece uma foto, né
Arquivo pessoal

Os preços dos restaurantes, do transporte e da hospedagem são acessíveis, porém existem também as opções mais luxuosas que têm os seus valores informados em dólares. Quem gasta pouco aproveita e quem gasta mais também. No caso das praças, todo mundo que tiver disposição para caminhar por lá, vai aproveitar o programa sem custo.

A cidade de Cochabamba tem uma parte mais movimentada, mas esse lado é ideal para quem quer descansar e apreciar a vista
Arquivo pessoal

Para fechar o fim do dia, depois do pôr do sol, o Lago Angostura é uma ótima parada, quando começa a escurecer, você pode ver as luzes das casas refletindo na água. Caso você tenha disposição, é até possível fazer uma corrida. Só não se esqueça que o fôlego tem que ser dobrado, por causa da altitude da cidade de 2570 metros acima do nível do mar.

Depois das praças no centro, o Lago Angostura é uma parada linda para terminar o passeio. Só não esqueça de levar uma blusa
Arquivo pessoal

Você conhece o Museu de Arte de Tigre?

Quem vai dar um passeio em Buenos Aires, tem uma cidade próxima imperdível para visitar que é Tigre, que fica a uma hora da capital. O transporte de trem é confortável e não custa caro. Existem várias atrações na região, mas vou me focar nessa postagem no MAR, Museu de Arte de Tigre, que é um lugar lindo para conhecer, que até lembra um palácio.

Da estação de trem até o MAR, você consegue ir andando (acho que mais 30 minutos), assim já vai aproveitando para observar como é a cidade. Tem o rio Tigre, uma feirinha e comércios pelo trajeto.

Assim que você chega na estação de trem de Tigre, tem um mapa dos arredores bem na entrada. Lá você consegue ter uma noção de como é a cidade.

Para chegar na estação Tigre, tem um trem que sai da estação Retiro, que fica no centro de Buenos Aires. Você pode conseguir um cartão de transporte que se chama Sube para ter desconto na passagem. Para ter o cartão Sube de graça, tem um posto turístico no centro de Buenos Aires que dá o cartão. Consegui dessa forma quando eu estava lá. Não sei se hoje ainda estão distribuindo. Se for comprar em algum estabelecimento, o valor fica em torno de uns R$ 6,00.

O comecinho da manhã estava frio. Saí da estação já consultando o meu mapa no celular para achar o MAR, Museu de Arte de Tigre.

Passando pela cidadezinha não é difícil de achar o rio Tigre, perto fica uma feirinha de artesanatos e lembrancinhas

Se você gosta de arquitetura, então o Museu de Arte de Tigre já pode ser considerado uma obra artística por causa da beleza de sua forma e do estilo geométrico das estruturas, com base numa arquitetura neoclássica. As exposições desse museu mostram tradições culturais, obras artísticas, fotografias e histórias que envolvem a região, como imagens de casas antigas (sendo uma é uma das exibições atuais).

Essa é uma parte do jardim do Museu de Arte de Tigre, na ocasião alguém estava fazendo uma sessão de fotos

Essa é a varanda do Museu de Arte de Tigre, em volta tem um jardim bem cuidado.

Antigamente esse local era um clube de regatas, mas hoje tem diversas exposições e obras artísticas

Essa é uma das esculturas que você vai encontrar na entrada do MAR.

Subindo para o primeiro andar, você encontra salas de exposições.

Olha esse lustre, como poucos
Vista da porta da varanda do museu

Tomando um pouco de sol na varanda e tirando a minha selfie

Vista da varanda