Passeei de bicicleta no Valle de La Luna, no Chile. Dicas para o Atacama.

San Pedro de Atacama, que fica no norte do país, é um lugar imperdível para conhecer no Chile. Eu me surpreendi com tanta beleza natural que nunca tinha imaginado antes. O Valle de la Luna é um parque imperdível para conhecer. Eu tive coragem de sair de bicicleta do meu hostel e enfrentar o deserto (não tinha noção, né).

Vista do Valle de La Luna. Estou sorrindo na foto, mas suei muito para chegar até aí.
O lado bom de eu não ter feito um tour e ter ido de bicicleta foi fazer tudo sem pressa nenhuma, até porque nem tinha como ter pressa…
Poucas paisagens são como essas, ou quase nenhuma

Quem nunca foi para o deserto pode não ter noção do quão diferente é um lugar como esses. Então, se você vai viajar para lá, veja essas cincos dicas de quem já conheceu a região:

1 – Reserve sua hospedagem perto do centro

O centro do povoado de San Pedro do Atacama é a melhor região para você se hospedar. Como o lugar é um deserto, o calor e o cansaço de ter que caminhar um pouco mais não serão tão estimulantes. Tudo o que você precisa está lá no centro: mercados, restaurantes, lojas, casas de câmbio e agências de viagem. Não esqueça de levar, ou compre o seu boné ou chapéu para se proteger do sol escaldante.

2 – Não fique com dias de folga

O legal do Atacama são os diversos passeios que você pode fazer. Ficar um dia todo sem pegar um tour pode ser um desperdício de tempo e dinheiro. Planeje a sua viagem e os lugares do Atacama que você quer conhecer. O centro do povoado você consegue ver num fim de tarde ou numa manhã.

3 – Batom de cacau e hidratante

Os meus lábios estavam tão ressecados que quase começaram a rachar. O Atacama é seco. As minhas mãos ressecaram tanto que começaram a aparecer pequenas cascas entre os dedos, então seja prevenido e leve com você um batom de cacau e um hidratante para as mãos. Beber água é essencial nesse deserto.

4 – Prefira um tour

Muitas pessoas, inclusive eu, optaram bela ideia (só que não) de ir de bicicleta pelo deserto do Atacama para o Valle de La Luna. Nossa, nunca mais faço isso. A sua preparação física tem que estar muito boa e olha que na época eu praticava muita corrida. Pense que o ambiente é um deserto, se acontecer algum imprevisto vai ficar mais difícil. Faltou energia e sobrou cansaço, viu. Eu não vou me estender muito porque quero contar os detalhes do que aconteceu comigo no meu segundo e-book. O meu primeiro é esse aqui. Siga essa dica valiosa. Não vá para o Vale de La Luna pedalando…

A vista é uma coisa impressionante. Eu não recomendo que vá de bicicleta, a não ser que tenha o físico bem preparado para o tranco. Eu fui, a experiência foi exaustiva, mas tive minha recompensa 🙂
O parque tem mais de mais de dez quilômetros e começa depois de cinco quilômetros que você passa na entrada. Isso sem calcular o caminho do povoado de San Pedro até a entrada. Linda paisagem.
Essa placa no meio do Valle de la Luna, nem me lembro se segui…

5 – Passagens aéreas mais baratas

Ah, a passagem de Santiago para San Pedro não fica cara se você comprar no site da versão chilena da companhia aérea que escolher, mas a sua mala precisa ser de mão. Eu só não fui de avião porque o meu excesso de bagagem não ia compensar pelo valor total do voo. Quando você estiver no Chile, acesse a internet e busque pelas companhias aéreas de baixo custo que operam no país. Você vai achar um valor impressionantemente em conta em relação aos preços praticados no Brasil 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s